Governo e municípios discutem estratégias para unificar a gestão dos sistemas

14 de março de 2018

Foi realizado nesta terça-feira (13), pela Secretaria Executiva de Recursos Hídricos (SERH), vinculada à Secretaria de Planejamento e Gestão de Pernambuco (Seplag), o workshop que visa a estabelecer o modelo de gestão dos sistemas do saneamento rural em Pernambuco. O evento aconteceu durante todo o dia na sede da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe).

O projeto de gestão dos sistemas de saneamento é financiado pelo Banco Mundial através do Programa de Sustentabilidade hídrica de Pernambuco (PSHPE) e se propõe a realizar uma avaliação, com identificação dos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário para que seja unificada a forma de atuação na gestão dos sistemas rurais no Estado, consolidar as informações e assim criar uma proposição para o modelo de gestão único.

Durante o evento, Mauro Lacerda, gerente geral de Infraestrutura Hídrica da SERH, falou sobre a metodologia utilizada pelo consórcio consultor contratado para executar os estudos e o resultado esperado após a conclusão do levantamento das informações.

“A ideia é discutir as experiências dos municípios, aliado às informações obtidas durante as visitas feitas às prefeituras, e criar um banco de dados georreferenciados acessível às instituições e ao público com as informações coletadas ao longo do trabalho”, explicou Mauro.

Esse primeiro workshop foi realizado com a participação das prefeituras dos municípios de Arcoverde, Brejão, Bonito, Chã Grande, Ferreiros, Gravatá, Lajedo, Pedra, Riacho das Almas, Sertânia, Taquaritinga do Norte e Verdejantes, além das equipes técnicas da Executiva de Recursos Hídricos, Compesa e Instituto Agronômico de Pernambuco (Ipa).

Também foram realizadas apresentações do consórcio executor MACS abordando os resultados preliminares das visitas aos municípios e um panorama dos modelos de gestão em saneamento rural no Brasil.

No segundo momento do workshop foram divididos grupos de discussão para estimular a interação, desenvolvimento de propostas e trocas de experiências entre os representantes dos municípios presentes, além da consolidação de encaminhamentos para a criação do modelo de gestão. O próximo evento ocorrerá em maio para divulgação dos dados gerais e conclusão do projeto.

 

Texto: Ericka Melo

Fotos: ASCOM AMUPE/Douglas Fagner


Topo ▲