Amupe e IBGE discutem realização do Censo 2021 e MUNIC

22 de outubro de 2020

A Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) realizaram uma reunião na última quarta-feira (21) com o objetivo de discutir a importância da realização do Censo Demográfico, adiado para 2021 devido a pandemia da covid-19, e de engajar os municípios a responderem a Pesquisa de Informações Básicas Municipais – MUNIC, enviada virtualmente pelo instituto.

Em 2021, o Censo Demográfico vai seguir todos os protocolos e orientações de prevenção do Ministério da Saúde contra a covid-19. Segundo o IBGE, a aferição da pesquisa possibilita conhecermos o Brasil e contribui para que melhores decisões possam ser tomadas para o nosso país. Já a Pesquisa de Informações Básicas Municipais – MUNIC busca efetuar, periodicamente, um levantamento de informações sobre a estrutura, a dinâmica e o funcionamento das instituições públicas municipais, tendo como unidade de investigação o município e, como informante principal, a prefeitura.

Segundo o presidente da Amupe e prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, “não tem como fazer planejamento no município e encarar os problemas sem dados atualizados. E a Amupe vem, em parceria com o IBGE, este instituto de extrema relevância não só pra Pernambuco, mas para o Brasil inteiro, para estreitar as relações com os municípios e pedir para os gestores e gestoras municipais que respondam às pesquisas do IBGE. Assim, poderemos conhecer a nossa gente a fim de promovermos políticas públicas mais eficazes”, frisou.

Para o Chefe da Unidade Estadual do IBGE em Pernambuco, Gliner Dias Alencar “apontamos que a Amupe, através de seu presidente Patriota, mais uma vez demonstrou seu interesse nas importantes parcerias, como também apontou a relevância e necessidade das informações oriundas das diversas pesquisas do IBGE para um melhor planejamento das ações e políticas públicas”, completou.


Topo ▲