Evento virtual destaca impactos da Covid-19 para as mulheres rurais

19 de julho de 2021

Secretária de Desenvolvimento Agrário do Estado do CearáUm evento virtual promovido pelo Programa Semear Internacional (PSI) debateu os efeitos da Covid-19 no semiárido brasileiro. Com foco nas mulheres rurais e em como os sistemas agroalimentares do semiárido estão sendo afetados, o evento foi transmitido na TV Nestante, pelo canal do Instituto Ubíqua no Youtube, no dia 15 de junho.

A área de Mulheres e Juventude da Confederação Nacional de Municípios (CNM) acompanhou a transmissão e destaca que o evento apresentou os resultados das pesquisas realizadas no ano de 2021 em regiões semiáridas do Brasil em áreas de atuação dos seis projetos de desenvolvimento rural apoiados pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA).

Segundo o PSI, as pesquisas foram realizadas a fim de analisar qual o impacto da pandemia na vida das mulheres rurais do semiárido nordestino, com a amostra de 336 agricultoras e 30 mulheres da equipe de ATER dos Projetos. Também foi investigado o impacto nos sistemas agroalimentares por meio de pesquisa realizada com 112 pessoas, sendo 41 agricultores e agricultoras. 45 técnicos e técnicas e 26 gestores e gestoras.

Além de analisar os impactos, a pesquisa quer discutir quais soluções são importantes para alcançar uma agricultura familiar mais resiliente e promover sistemas agroalimentares mais sustentáveis. Abordando ainda os desafios da vida e da produção na região semiárida, gerando respeito e oportunidades especialmente para as mulheres rurais.

Programa Semear Internacional
O Semear Internacional é um programa de gestão do conhecimento em zonas semiáridas do Nordeste do Brasil. Iniciativa do Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (Fida), implementada em parceria com o Instituto Interamericano de Cooperação para Agricultura (IICA), com apoio da Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID). É um programa de gestão do conhecimento que visa a contribuir para a melhoria da qualidade de vida da população rural e para o desenvolvimento sustentável e equitativo do Semiárido do Nordeste brasileiro, nos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Pernambuco, Piauí, Paraíba, Rio Grande do Norte e Sergipe.

Foto: Secretária de Desenvolvimento Agrário do Estado do Ceará

Da Agência CNM de Notícias


Topo ▲